Publicidade

A sede da Guarda Municipal (GM) passou por nova descontaminação contra o coronavírus nesta sexta-feira, 3. O procedimento acontece uma vez por semana na unidade, no Bairro São Bernardo, a fim de manter a rotina de prevenção da doença entre os integrantes da corporação.

Todas as dependências recebem aplicação de produto à base de quaternário de amônio, em suspensão, sob forma de névoa, e de solução de hipoclorito de sódio e água, para redução da carga biológica em mobiliários e instalações. Diariamente, cerca de 70 guardas circulam pelo local, nos quatro turnos de serviço.

As medidas de profilaxia se estendem para materiais de uso compartilhado, como armamento, bastões e rádios comunicadores, higienizados imediatamente após a entrega ao setor responsável pelo armazenamento. Cada equipe que inicia o trabalho recebe os equipamentos devidamente limpos para uso. As viaturas também entram no protocolo de higienização. Ao final de cada turno de serviço, o próprio motorista realiza limpeza com álcool no volante, na caixa de marcha, no painel e nas portas do veículos.

O cuidado vem sendo adotado desde março, quando foi declarada situação de emergência em saúde pública no Município. Até os calçados de quem entra passam pela mistura sanitizante, disposta em bandeja na entrada do prédio. Para além da proteção aos guardas municipais, a prática ainda leva mais segurança à comunidade onde está inserida a sede. Na busca de interromper o caminho da contaminação, até os passeios externos do quartel são descontaminados.

Publicidade

Por ser órgão dos serviços essenciais, ligado à Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Sesuc), a GM não interrompeu as atividades neste período de quarentena. Todos os serviços do setor estão mantidos, atendendo normalmente às demandas do Município.

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui