Publicidade

Desde domingo, 30 de agosto, a Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Sesuc) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) empenhou a Guarda Municipal (GM) no apoio aos trabalhos na área afetada pela interdição de um prédio e casas nos bairros Cruzeiro do Sul e Santa Luzia. A presença da GM no local tem como objetivo a orientação quanto ao raio de segurança, manutenção das interdições e proteção para moradores e imóveis, bem como pela atenção à população do entorno.

A corporação cumpre escala 24 horas no posto, reafirmando sua função de proteger o cidadão. No dia do fato, a Guarda foi um dos primeiros órgãos da Prefeitura a chegar ao local, quando a equipe que fazia diligências na região, junto aos fiscais de posturas, foi chamada para atender à ocorrência.

“A essência do trabalho da Guarda é o relacionamento com a comunidade. Estamos sempre a serviço da população. Seja na praça, nos serviços públicos, no cumprimento das normas municipais ou nos momentos de dificuldade. A nossa função em segurança tem forte apelo social. Por isso, a Guarda se propõe a estar junto do cidadão, auxiliando no que lhe couber”, afirmou a comandante da corporação, Emilce de Castro. Ela acrescentou que o simples fato de haver ali um servidor uniformizado gera na população sentimento de presença do poder público, um profissional a quem se pode recorrer: “A ampla inserção da Guarda em atendimentos a diversos setores da Prefeitura ainda confere aos guardas conhecimento geral sobre o funcionamento de inúmeros serviços da administração municipal. Essas informações ajudam muito na rotina de amparar e encaminhar uma pessoa que necessita de assistência”.
O apoio às ações da Defesa Civil também é prática corrente. Os dois órgãos fazem parte da mesma pasta, sendo subsecretarias da Sesuc.

Foto: Divulgação

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui