Publicidade

Segundo informações, a Secretaria Municipal de Saúde da cidade de Muriaé recebeu um ofício durante essa semana de hospitais da cidade, informando a falta de medicamentos sedativos e relaxantes destinados aos pacientes que tratam a Covid-19 nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTI).

Sem estes medicamentos necessários para manter um paciente sedado, a ventilação mecânica pode não ser feita de forma adequada e, com isso, aumentar as chances de mortalidade de pessoas com covid-19 que apresentam quadro de insuficiência respiratória grave.

A falta destes remédios é um problema enfrentado em todo país, incluindo Minas Gerais.  Com isso, a Prefeitura ou mesmo os hospitais não conseguem adquiri-los. A Secretaria de Saúde informou imediatamente e de forma oficial o governo do estado sobre a situação.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui