Publicidade

Com 41.828 mortes causadas pela covid-19, o Brasil se torna o segundo na lista das nações que mais registram óbitos em todo o mundo, superando o Reino Unido, onde já morreram 41.566 pessoas. As confirmações de casos fatais, divulgadas pelo Conselho Nacional de Secretarias de Saúde (Conass) nesta sexta-feira (12), colocam o país atrás apenas dos Estados Unidos. Todos os países europeus que passaram por situações críticas, conseguiram diminuir o avanço nas mortes e novos casos. Enquanto Itália, Espanha, Reino Unido e Russia têm velocidade cada vez menor de contaminações, o Brasil segue registrando cada vez mais infectados a cada semana. 

De acordo com os dados do Conass, já foram registrados 828.810 casos no país. Somente entre quinta (11) e sexta-feira, as confirmações da doença somaram 25.982. Frente aos números, a Organização Mundial da Saúde novamente fez um alerta sobre a situação no Brasil. O país é agora um dos maiores focos da doença no mundo e a preocupação com o estágio crítico de ocupação de UTIs é crescente. Em diversas regiõess, mais de 90% dos leitos estão ocupados.

Os números alarmantes divulgados nesta sexta-feira podem não refletir totalmente a realidade. A subnotificação já foi admitida até mesmo pelo Ministério da Saúde e ocorre principalmente porque os testes mais seguros estão sendo realizados somente nos casos mais graves. Um indício de que o cenário pode ser ainda pior, são os dados de mortes por Síndrome Respiratória Aguda Grave no País. Até ano passado, a síndrome era relativamente rara no Brasil. Entre março e junho de 2019 matou menos de 400 pessoas. Esta ano já são quase nove mil óbitos. 

ONU pede transparência

Publicidade

O porta-voz do Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos, Rupert Colville, se manifestou nesta sexta sobre as tentativas de minimizar os números e os sucessivos atrasos na divulgação por parte do governo federal, que ocorreram na semana passada.

“Durante uma pandemia como essa, transmitir informações para a população em cima do conhecimento disponível é obviamente a melhor maneira de evitar a propagação da Covid-19, é essencial”

O que é coronavírus

É uma extensa família de vírus causadores de doenças tanto em animais como em humanos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), em humanos, os vários tipos de vírus podem provocar infecções respiratórias que vão de resfriados comuns, como a síndrome respiratório do Oriente Médio (MERS), a crises mais graves, como a síndrome respiratória aguda severa (SRAS). O coronavírus descoberto mais recentemente causa a doença covid-19.

Como ajudar quem precisa?

A campanha “Vamos precisar de todo mundo” é uma ação de solidariedade articulada pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo Sem Medo. A plataforma foi criada para ajudar pessoas impactadas pela pandemia da covid-19. De acordo com os organizadores, o objetivo é dar visibilidade e fortalecer as iniciativas populares de cooperação.

Edição: Rodrigo Chagas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui