Publicidade

O governador Romeu Zema entregou nesta quinta-feira (16/7), em três municípios mineiros, equipamentos para auxiliar nas medidas de combate ao coronavírus. Os aparelhos foram adquiridos com recursos oriundos de ação judicial movida pelo Governo de Minas contra a mineradora Samarco, em razão do rompimento da barragem em Mariana, em 2015. A ação permitiu a compra de 1.047 respiradores. Cerca de 600 já foram recebidos e distribuídos por diversas regiões do estado.

Em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, foram entregues oito respiradores e um cardioversor (utilizado para interromper arritmias ou irregularidades dos batimentos cardíacos), que vão equipar a Unidade Central do Hospital e Maternidade Municipal Dr. Odelmo Leão Carneiro para atendimento a pacientes com covid-19.

Em atendimento à solicitação da Prefeitura de Uberlândia por mais oito respiradores, o Governo do Estado enviará os equipamentos nas próximas semanas. De acordo com o governador, o momento que Minas Gerais está vivendo é o mais crítico desde o início da pandemia. “Desde o começo, o Estado agiu prontamente, fazendo com que Minas tenha um dos menores índices de óbitos por 100 mil habitantes”, destacou.

Zema enfatizou que, nos últimos 100 dias, o sistema de Saúde mineiro foi fortalecido com a implantação de mais de 1.400 leitos de UTIs (unidades de terapia intensiva), aquisição de 1.047 respiradores, EPIs e a montagem do Hospital de Campanha, em Belo Horizonte. E lembrou que a distribuição dos equipamentos tem sido realizada por critérios técnicos e em todas as regiões do estado.

Publicidade

Minas Consciente

O governador lembrou que o Governo de Minas abriu, nesta quinta-feira, consulta pública sobre o plano Minas Consciente, que prevê a retomada gradual e segura da economia no estado durante a pandemia do coronavírus, sempre colocando a saúde dos mineiros em primeiro lugar.

Zema ressaltou que o objetivo é ouvir a população e os prefeitos para adaptar o plano às necessidades dos mineiros e à realidade de cada região. “O que foi pensado inicialmente passará por alterações porque nossa realidade mudou de lá pra cá. No momento, será construída uma versão atualizada e mais completa. Queremos que os municípios tenham protocolos nas mãos, sobretudo aqueles com estruturas de Saúde mais carentes”, afirmou.

Estímulo

O prefeito Odelmo Leão afirmou que a presença de Zema no município era um estímulo para continuar a desenvolver políticas públicas no combate à pandemia. “Saber que o Estado está próximo do Executivo municipal é sempre importante, sobretudo nos momentos de dificuldades”, afirmou.

João Pinheiro

Na cidade do Noroeste de Minas, João Pinheiro, os dez respiradores entregues pelo governador Romeu Zema vão equipar o Hospital Municipal Antônio Carneiro Valadares. Os aparelhos vão possibilitar a abertura dos dez primeiros leitos de UTI e, com isso, ampliar a capacidade de atendimento a pacientes com covid-19 no município e região. Dos respiradores destinados à cidade, sete são invasivos e três são não invasivos.

“Desde quando a pandemia começou, em março, o Estado tem tomado todas as medidas possíveis para postergar o pico da curva de contaminação para que não faltasse atendimento médico aos mineiros. Nenhum óbito em Minas Gerais foi devido à falta de atendimento médico”, afirmou o governador.

Zema ressaltou as ações realizadas pelo governo, como a compra de respiradores, a manutenção e distribuição de cerca de outros 400 aparelhos que estavam sem utilização em todo o estado, a construção do Hospital de Campanha, em Belo Horizonte, e o trabalho para a ampliação do número de leitos.

Reforço

Segundo o governador, além de equipar o sistema para o tratamento do coronavírus, a entrega dos respiradores faz parte de um plano estratégico do Estado para reforçar o sistema público de Saúde na região Noroeste de Minas. Para a macrorregião, também já foram entregues outros dez respiradores e outros dois cardioversores.

“João Pinheiro vai ser uma das cidades que vai sair com um ganho. Sempre tivemos em algumas regiões do estado, em especial a Noroeste, deficiência de leitos. Estamos hoje aqui entregando dez UTIs e elas continuarão aqui na cidade. As pessoas tinham que recorrer a Patos de Minas, mas, agora, nós vamos ter um sistema de Saúde mais fortalecido” finalizou o governador.

Estruturação da região

O secretário de Estado de Saúde, o médico neurocirurgião Carlos Eduardo Amaral, que acompanhou o governador nas entregas no interior, destacou o trabalho estratégico desenvolvido pelo governo para fortalecer o sistema de Saúde.

“Desde o início da gestão, entendemos que a região Noroeste precisava retornar para Minas, que tinha a assistência direcionada para o Distrito Federal. Temos a intenção de manter estes leitos de terapia intensiva aqui e temos o projeto de implementação do Samu para a região. É um projeto de reestruturação da região Noroeste”, disse o secretário Carlos Eduardo.

O prefeito de João Pinheiro, Edmar Xavier Maciel, agradeceu o empenho do governo estadual. “Nossa preocupação é ver as pessoas morrendo sem os recursos, principalmente o respirador. Começamos um trabalho para montar a nossa UTI e o Estado foi muito útil, desburocratizou muita coisa para conseguirmos isso. Nós vamos ter, para a segurança da população, dez UTIs montadas equipadas, prontas para atendimento. Temos que agradecer toda a atenção que o Estado tem dado a João Pinheiro”, finalizou.

Além Paraíba

Em Além Paraíba, na Zona da Mata, o governador Romeu Zema fez a entrega de cinco respiradores para equipar o Hospital São Salvador. Os aparelhos vão possibilitar a abertura de cinco novos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para ampliar a capacidade de atendimento a pacientes com covid-19 no município e na região.

Atualmente, Além Paraíba conta com cinco leitos de UTI e 30 de enfermaria.

Durante a entrega, Zema lamentou as mortes por coronavírus em Minas Gerais e ressaltou que o Executivo trabalha incansavelmente para que a rede de Saúde atenda a todos os mineiros.

“Estou aqui em uma situação triste, em que estamos lutando para salvar vidas. Mas posso dizer que estamos preparados para que nenhum mineiro fique sem atendimento médico. Nenhum dos óbitos que tivemos até hoje foi por falta de assistência, embora lamentemos muito por todos eles. Desde março, ampliamos em mais de 1.400 o número de UTIs no estado e hoje são quase 3.500. Temos um sistema de Saúde muito mais fortalecido do que tínhamos quando a pandemia começou”, disse.

Parceria com prefeituras

Ele também afirmou que a parceria com as prefeituras tem sido fundamental para amenizar os impactos da doença. “Em um estado com 853 municípios, seria presunção minha querer uma regra que se aplicasse a todos. Cada prefeito sabe qual é a situação e como agir na sua localidade. Apesar de todos os desafios, temos o terceiro menor índice de óbitos no Brasil. E só conseguimos isso graças à consciência do povo mineiro, que tem tomado medidas de isolamento, de distanciamento e de prevenção”, lembrou.

O prefeito de Além Paraíba, Miguel Belmiro de Souza Júnior, o Miguelzinho, também destacou a importância da união entre os executivos estadual e municipal.

“Já estamos há quase cinco meses em uma batalha incansável, mas o trabalho de Minas tem sido muito bom, os números não mentem. Tudo o que a atual gestão combinou com a Associação Mineira de Municípios, ela tem cumprido à risca. Aquilo que o governador devolveu aos prefeitos, o recurso que devolveu para a população, vem ajudando muitas famílias em nossa cidade e, tenho certeza, em todo o estado”, disse.

Entrega

Dos respiradores destinados a Além Paraíba, três são invasivos, enquanto os outros dois são não invasivos. Também foi entregue um cardioversor. Com as novas entregas, a macrorregião de Saúde Sudeste, que contempla a cidade de Além Paraíba, passa a contar com 15 ventiladores invasivos, sete ventiladores não invasivos e quatro cardioversores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui