Publicidade

O Itambé/Minas e o Sesi Bauru abrem neste sábado (12), às 9h30 (horário de Brasília), a temporada do vôlei feminino brasileiro. Os dois times se enfrentam em amistoso na Arena Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte (MG). A partida não terá presença de torcedores. Este será o primeiro teste da equipe mineira, que vem treinando desde o início do mês passado. 

O embate será uma boa oportunidade para a ponteira Carla, do Minas, se entrosar com as companheiras de equipe. Revelada nas categorias de base do clube, onde chegou em 2005, Carla retorna à agremiação após passar pelo Praia Clube, Fluminense e Flamengo. “É uma felicidade imensa voltar. O Minas foi a minha casa por 11 anos e me deu projeção. Estar de volta e poder jogar com todos esses grandes nomes do vôlei não poderia me deixar de outro jeito, a não ser muito feliz e cheia de gás para trabalhar bastante”, contou Carla em entrevista ao site do clube.

A equipe renovou também com o técnico Nicola Negro e outras jogadoras importantes como a levantadora Macrís, a líbero Leia, as centrais Carol Gattaz e Thaísa e a ponta Kasiley. Também reforçam o time a levantadora Priscila Heldes, as opostas Camila Mesquita e Danielle Cuttino, a central Lara Nobre e as pontas Priscila Daroit, Carla e Megan Hodge. Na temporada 2020/2021, além da Superliga, prevista para começar no final de outubro, o Minas também disputará o Mundial de Clubes. 

Sesi Bauru 

Comandado pelo treinador Anderson Rodrigues, o Sesi Bauru abre a temporada 2020/2021 mantendo a base do time e com contratações importantes. A oposta Polina Rahimova, do Uzbequistão, segue na equipe. A atleta desponta entre as melhores do mundo na posição e também foi a maior pontuadora da última Superliga. Permanecem também no time paulista a levantadora Dani Lins, as centrais Adenízia e Mayhara e a ponteira Tifanny. A líbero dominicana Brenda Castillo, outra referência internacional, está de volta à equipe. Também chegaram as centrais Mara, as ponteiras Suelle, Mari Cassemiro e Vanessa Janke, além da  levantadora Carol Leite e da oposta Pamela Sanabio.

Publicidade

“Acho que não tem forma melhor de tirar a ferrugem depois de tanto tempo parado. Já começar enfrentando uma equipe bem forte é bom para termos um parâmetro. Claro que ainda estaremos longe do nosso melhor, porque estamos realmente começando. Mas vai ser um teste muito bom”, disse a central Mara, contratada junto ao Osasco para essa temporada, em entrevista publicada na conta oficial do Sesi Bauru no Instagram. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui