Publicidade

Através de seu acervo, o Museu “Mariano Procópio” celebra o Dia da Bandeira, 19 de novembro. Dentre os itens apresentados em vídeo pelo supervisor de museologia, Eduardo de Paula Machado, bandeiras raras, como o projeto do período republicano, que incluiu um “barrete frígio” (ou barrete da liberdade) na bandeira do período imperial. Outra curiosidade em destaque, a presença de símbolos do zodíaco em uma das peças, que mede 325cm x 497cm, fotografada a partir do balcão superior da galeria “Maria Amália”, capturando toda a sua dimensão, em contraste com as obras em exposição.

A data é uma homenagem à bandeira brasileira, criada logo após a Proclamação da República, em 15 de novembro de 1889, e apresentada no dia 19 de novembro do mesmo ano. A bandeira que conhecemos nos dias de hoje foi resultado direto desse processo histórico, evento que resultou na queda da monarquia, substituída pela forma de governo republicana. A proclamação foi um movimento encabeçado pelo Exército Brasileiro, que, a partir de um golpe, destituiu o gabinete ministerial e obrigou a família real a sair do Brasil.

Foto: Vinícius Ribeiro

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui