Publicidade

Assim como os demais espaços de memória em todo o mundo, o Museu “Mariano Procópio” está adequando suas atividades ao meio digital, com maior volume de conteúdo para suas redes sociais durante a pandemia. Com mais de 12 mil seguidores no facebook e seis mil no instagram, que teve aumento de mais de mil interessados entre o final de maio até o início desta semana, as informações e curiosidades sobre a instituição ultrapassam seus muros, com alcance direto e indireto de público.

Dentre as possibilidades exploradas estão peças do acervo, personalidades históricas, atividades do cotidiano da equipe nos diversos setores da instituição, eventos e campanhas próprias e participações em ações ligadas a organizações nacionais e internacionais.

Além disso, produzindo notícias veiculadas no portal da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), as postagens têm alcance orgânico, já que não há gastos com engajamento do conteúdo, apenas sendo realizada sua produção, gerando difusão das informações através das curiosidades do Museu e identidade com o público pelos temas abordados, incluindo aí o fator ligado à memória afetiva dos cidadãos com o espaço.

Através de projetos como “A Peça da Semana”, o público tem oportunidade de conhecer itens do acervo, alguns que já estiveram em exposição, mas com informações complementares, e outros inéditos, proporcionando a novidade através do meio digital. E para a produção de vídeos há participação da equipe técnica e dos historiadores, que, através de didática “dinâmica”, que permite o alcance a diversos públicos, compartilham informações sobre o tema proposto.

Publicidade

Recentemente, o vídeo produzido a respeit o dos exercícios de caligrafia do imperador Pedro II (1825-1891), foi solicitado para ser apresentado a alunos do curso de pedagogia, por professora de instituição de ensino de Recife (PE).

Além dos projetos já em andamento, estão sendo criadas novas atividades, a fim de gerar maior interação da instituição com o público. Os interessados em conferir o conteúdo podem seguir as redes oficiais do Museu, facebook.com/museu.marianoprocopio e instagram (@museumarianoprocopio).

Foto: Vinícius Ribeiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui