Publicidade

Driblando as dificuldades geradas com as restrições impostas pela pandemia de covid-19, as duas principais políticas de inclusão social desenvolvidas pela Fundação Cultural “Alfredo Ferreira Lage” (Funalfa), com gestão da Associação Cultural Arte e Vida (Acav), estão ampliando o atendimento em ambiente virtual, utilizando a opção de videoconferências. A proposta do Programa “Gente em Primeiro Lugar” e da Praça CEU (Centro de Artes e Esportes Unificados “Coronel Ademir Romualdo de Oliveira”) é universalizar o acesso aos conteúdos criados pelos articuladores culturais e esportivos.

Além de ofertar oficinas culturais por meio do facebook e instagram, que somam quase 1.200 pessoas cadastradas, o “Gente em Primeiro Lugar” começa a disponibilizar conteúdos pelos aplicativos Meet e Zoom. Conforme a coordenadora do programa, Onély Teixeira, 222 pessoas já se cadastraram nas oficinas por videoconferência, público que deve aumentar significativamente nos próximos dias: “As aulas são gratuitas e direcionadas a crianças, adolescentes e jovens, na faixa dos seis aos 22 anos. Temos opções nas áreas de artes visuais, capoeira, dança, música e teatro”.

Onély explicou que a equipe do “Gente em Primeiro Lugar” está entrando em contato com as pessoas que faziam as oficinas do programa de forma presencial, antes da quarentena decretada pelo protocolo de enfrentamento à covid-19: “Estamos consultando o interesse delas em participar das videoconferências, mas qualquer pessoa pode fazer parte do processo”. Basta preencher o formulário específico no link, onde haverá também informações sobre as turmas.

A Praça CEU mantém 1.172 alunos, a partir dos seis anos, por meio do whatsapp, canal mais acessado pelo público das oficinas de cultura e esporte ministradas pela unidade. São 70 grupos ativos, além do conteúdo e das lives transmitidas nas redes sociais. “Somente no instagram alcançamos mais de dez mil visualizações”, afirmou André Noronha, coordenador-geral da CEU.

Publicidade

O bom retorno dos usuários levou o equipamento urbano a iniciar a implantação de aulas pelos aplicativos Meet, Zoom e Skype. Na fase inicial, cada uma das dez modalidades oferecidas terá uma aula semanal. A partir da demanda e do processo construído com os usuários, a frequência terá adequações. “Além de trazer nova dinâmica, essas ferramentas digitais aproximam os articuladores dos atendidos no projeto. Com isso, além de repassar as técnicas e os conteúdos de forma mais eficiente, conseguimos trabalhar o afeto e o cuidado com grupos que têm na Praça CEU espaço de referência”, avaliou André.

Os interessados em participar dos novos canais de conteúdo da CEU podem entrar em contato pelo link da bio no Instagram (@ceujf), informar idade e área de interesse. Outra opção é enviar solicitação por meio do whatsapp do equipamento urbano (32) 99971-3231.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui