Publicidade

Equipe Comunitária da Guarda Municipal (GM) de Juiz de Fora, que fazia patrulhamento preventivo no calçadão da Rua Halfeld, na tarde de segunda-feira, 13, foi acionada para prestar socorro a uma criança de nove anos, desmaiada, que, apesar de pálida e fraca, retomou logo a consciência. No entanto, sua mãe se mostrava muito abalada, sem conseguir contato com o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu). Diante da dificuldade, a equipe conduziu mãe e filho para atendimento hospitalar. A criança não apresentava nenhum trauma, foi avaliada e já estava passando bem.

Na manhã de sábado, 11, pessoas que passavam pelo Parque Halfeld, solicitaram ajuda da Guarda para socorro a uma ave com dificuldades de voar, encontrada no solo, na área interna do gradil, na parte dos fundos do jardim. Era uma maritaca, que foi recolhida e levada à clínica veterinária conveniada da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), para avaliação e cuidados. Após procedimentos, o pássaro é encaminhado ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama), para posterior retorno ao seu habitat.

Como órgão da Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Sesuc), a atuação da GM se estende para além da proteção aos bens, serviços e instalações da administração pública municipal. No dia a dia de suas atividades, acontecem inúmeras situações de apoio, orientação e socorro. É rotineiro, para a corporação, agir em socorro a vítimas de acidentes em via pública, pessoas que sofrem mal súbito ou se encontram desorientadas, e atendimentos e proteção a animais em risco. O cidadão reconhece no guarda uniformizado alguém a quem ele pode recorrer, e vê nele a possibilidade de ajuda em situações de emergência.

Foto: Divulgação

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui