Publicidade

O Canil do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb), da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), registrou aumento de 40% no recolhimento diário de cães, gatos e equinos em situação de rua e debilitados, durante a pandemia da covid-19 (coronavírus). Atualmente, o Canil Municipal tem 640 cães, 54 gatos e quatro cavalos, totalizando 698 animais.

De acordo com o veterinário do Canil, Fábio Valverde Barbosa, a covid-19 só atinge o ser humano: “Não existem evidências de que os pets estejam adoecendo pelo novo coronavírus e nem que sejam capazes de propagar a doença”.

Segundo a gerente do Departamento de Controle Animal (Dcan), Miriam Neder, em março, abril e maio foram recolhidos 261 animais, cem a mais que o normal. Dentre eles, 211 cães, 33 gatos e 17 cavalos: “Estamos com cem cães a mais que a quantidade normal. As pessoas precisam ter mais amor e responsabilidade com o animal que se propôs a ter. Se estamos passando por fase difícil, não é diferente para ele s. Abandoná-los não resolverá o problema”, destacou Miriam.

O abandono de animais é crime e está previsto no Artigo 32 da Lei 9.605/98. A pena é de três meses a um ano de detenção, e multa. Se houver morte do animal, a pena é aumentada de um sexto a um terço.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui