Publicidade

A equipe da Guarda Municipal, responsável pela operação de descontaminação em ambientes afetados pelo coronavírus, esteve na manhã desta quinta-feira, 29, no 2º Batalhão de Polícia Militar (2º BPM), no Bairro Santa Terezinha, para ação junto ao Colégio Tiradentes, que tem sua sede no local. As instalações dos serviços administrativos, quadras e demais equipamentos arquitetônicos de uso passaram por tratamento químico detalhado. A medida visa à proteção dos profissionais que trabalham no local e de pessoas que venham a entrar em contato com a unidade contra a Covid-19.

O processo de limpeza contou com a aplicação de composto a base de quaternário de amônio. Diluído em água, o produto é pulverizado, com uma bomba atomizadora, reduzindo a carga viral no ambiente e, com isso, a possibilidade de contágio na área de varredura séptica.

Desde que foi declarada a pandemia, a Guarda Municipal vem efetuando o procedimento de descontaminação sistemática em sua sede, como medida de prevenção de casos entre seus integrantes. O local recebe a profilaxia uma vez por semana. Com essa prática, outros setores vieram a solicitar o apoio da corporação. Já são mais de 20 prédios e unidades de serviços públicos atendidos em todo o município. Para a higienização, é preciso agendar a data junto ao comando da Guarda e disponibilizar os insumos para a equipe de ação.

A Guarda Municipal foi habilitada para a nova modalidade de trabalho, frente à crise sanitária. Em abril, integrantes da corporação participaram de capacitação oferecida pelo Exército para atuação em ações de descontaminação desta natureza. O curso foi conduzido pela Escola de Instrução Especializada (EsIE), organização militar especializada em ocorrências que envolvem Armas Químicas, Biológicas, Radiológicas, Nucleares e no controle de seus efeitos. Desde então, o trabalho tem sido desenvolvido pela equipe.

Publicidade

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui